UFSC lança edital para substitutos mesmo impedida de contratar

Universidade abriu processo seletivo para 27 substitutos na expectativa de que contratações sejam liberadas até o início do ano letivo

Nesta sexta-feira (7), alinhada com outras universidades do país, a UFSC lançou um processo seletivo para 27 substitutos com a ressalva, no edital publicado no Diário Oficial, de que as contratações estão barradas pelo MEC. Este processo vai selecionar candidatos para departamentos que ainda não têm professores  já selecionados em lista de espera.

A reabertura dessa seleção “é uma forma de mostrar ao governo que nós temos demandas”, diz a diretora do Departamento de Ensino (Den) da Pró-reitoria de Graduação (Prograd), Tereza Cristina Rozone de Souza. “Vamos realizar o processo seletivo em fevereiro e deixar tudo pronto na esperança de que o MEC autorize as contratações até o início do ano letivo”. 

A diretora do Den diz confiar na interferência da Andifes junto ao ministério e na mobilização que ocorre nos fóruns de pró-reitores de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas e de Graduação da UFSC. Enquanto o MEC não autorizar as contratações,  contudo, a orientação da Prograd aos centros de ensino é que aos atuais quadros de professores supram a falta de docentes. “Contamos com a colaboração entre os colegas para que cumpram a ausência desses docentes nesta etapa. Esperamos que seja por pouco tempo, que o MEC autorize logo”.

A Portaria 1.469 do MEC foi publicada em 22 agosto de ano passado, mas foi reiterada em ofício às instituições federais de ensino no dia 10 em janeiro. Desde então,  provocou a suspensão de processos seletivos país afora,  impedindo as universidades  e institutos federais de contratar professores e técnicos.

Imprensa Apufsc

Compartilhar