Coronavírus: leitos de UTI têm mais de 70% de ocupação em 17 estados

Terapia intensiva é necessária para tratar pacientes graves com Covid-19; o levantamento é do Ministério da Saúde

A corrida pela abertura de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), necessários para tratar pacientes graves com Covid-19, leva em conta a elevada taxa de ocupação desse tipo de assistência no país. Uma estimativa do Ministério da Saúde, registrada em documento interno de 27 de março, mostra que 17 unidades da federação têm mais de 70% dos seus leitos ocupados. O mapeamento foi feito com “informações fornecidas pelos entes”, em referência às instâncias e órgãos que podem regular leitos de UTI no país, como estados e municípios.

O ministério também avalia que é preciso criar mais de 1,6 mil leitos de UTI e mais de 22 mil leitos de enfermaria na primeira etapa de enfrentamento à doença, nos próximos 30 dias.

Segundo o último boletim do Ministério da Saúde, divulgado ontem, o novo coronavírus já matou 136 pessoas e infectou 4.256 em todo o país. São Paulo é o estado mais afetado até o momento, com 1.451 casos confirmados e 98 mortes, seguido do Rio de Janeiro, com 600 e 17 respectivamente. Todos os 27 estados já registraram casos, e 13 já têm óbitos. O balanço também aponta que houve 625 hospitalizações com confirmação de Covid-19.

. Foto: .
. Foto: .

Leia na íntegra: O Globo

Compartilhar