Entidades estudantis lançam Plano Emergencial para a Educação

UNE, UBES e ANPG aprovam diretrizes para escolas, universidades e pesquisas durante suspensão das aulas devido ao Covid-19

A União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e Associação Nacional de Pós-graduandos (ANPG) lançaram neste terça-feira (24/3) uma série de diretrizes para o funcionamento das instituições de ensino brasileiras durante a pandemia do coronavírus. São ressalvas sobre o papel da universidade e da pesquisa brasileira na enfrentamento ao Covid-19; exigências sobre a segurança dos estudantes; sobre a qualidade de ensino; sobre o funcionamento da permanência estudantil; das atividades acadêmicas; a participação discente nas decisões durante o período; a atuação dos estudantes da área da saúde e providências para os estudantes no exterior.

“O documento está em construção permanente, diante desse momento em que as coisas estão mudando muito rapidamente e novas demandas tem surgido todo dia, qualquer estudante pode também enviar contribuições pra serem adicionadas ao plano”, explicou o presidente da UNE, Iago Montalvão.

Além de disposições práticas sobre o dia-a-dia estudantil, o texto também pede medidas políticas nacionais urgentes como a revogação da PEC 95 do Teto de Gastos que congelou o investimento em Saúde e Educação no país, a garantia de uma renda básica para a população de pelo menos um salário mínimo per capita e a taxação de grandes fortunas para financiar as medidas emergenciais.

Fonte: UNE
Leia o documento

Compartilhar