Carlos Decotelli vai assumir Ministério da Educação

Professor presidiu o FNDE no início do governo Bolsonaro; é um financista, amigo de Paulo Guedes e oficial da reserva da Marinha

O presidente Jair Bolsonaro escolheu Carlos Decotelli da Silva como novo ministro da Educação, informa o jornal O Estado de S. Paulo. O anúncio deve ocorrer ainda nesta quinta-feira, 25.

Decotelli, que é professor, presidiu o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) no início do governo Jair Bolsonaro, mas deixou o cargo no ano passado para dar lugar a Sérgio Dias, um indicado do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

O novo ministro da Educação é um financista, amigo de Paulo Guedes, e oficial da reserva da Marinha. É doutor em administração financeira pela Universidade Nacional de Rosário, na Argentina e mestre em administração pela Fundação Getúlio Vargas.

Foi um dos criadores, junto com Guedes, do curso de MBA em Finanças no Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC), e atuou como professor de Gestão Financeira Corporativa em Wall Street, no New York Institute Of Finance

Imprensa Apufsc

Compartilhar