Notícias

Termina hoje às 17h votação online sobre a paralisação de 48 horas

Mobilização nacional em defesa da educação será nos dias 2 e 3 de outubro 

Os professores da UFSC têm até as 17h de hoje para decidir se devem ou não aderir à paralisação nacional da educação nos dias 2 e 3 de outubro, convocada pelas entidades nacionais representativas dos docentes,  técnico-administrativos e estudantes. Para votar, basta acessar a área restrita, aqui

A cédula de votação foi definida nesta terça-feira (24) durante Assembleia Geral Extraordinária que discutiu a mobilização e contou com a participação de 151 professores, nos diversos campi da UFSC. O plenário debateu o resultado da Assembleia anterior, que teve participação recorde, com  72% dos professores da ativa votando online, com dois terços deles se posicionando contra uma greve por tempo indeterminado neste momento, isolada nacionalmente. 

Foram feitas avaliações da conjuntura, com ênfase na entrevista concedida esta semana pelo ministro da Educação ao jornal O Estado de S. Paulo, quando volta a atacar as universidades acusando-as de manter cracolândias. Ele ironiza também a perda de bolsas e anuncia o fim das contratações por concurso nas universidades que aderirem ao Future-se, substituindo-as pela CLT, e com isso extinguindo a atual carreira docente (leia aqui). O DCE, a APG e o Sintufsc fizeram relatos das mobilizações de suas categorias e o Secretário de Orçamento e Planejamento da UFSC, Vladimir Arthur Fey, atualizou os professores sobre a situação orçamentária da universidade, esclarecendo que, apesar das várias declarações de autoridades do governo sobre o descontingenciamento das verbas, até o momento este não alcançou a UFSC, que continua com recursos para funcionar apenas até o início de outubro.

Tendo em vista a gravidade dos problemas que serão enfrentados pela universidade com um governo hostil à ciência e à educação pública, com os cortes já anunciados no orçamento da UFSC e das agências de fomento neste e no próximo ano, os presentes reafirmaram a necessidade da categoria se manter mobilizada e a oportunidade de participar do movimento nacional previsto para os dias 2 e 3 de outubro, quando ocorrerá a paralisação nacional da educação e as marchas pela ciência convocadas também pela SBPC para o dia 2 em Brasília e o dia 3 em Florianópolis. A diretoria da Apufsc vai participar das reuniões preparatórias para estas mobilzações articuladas pelos diversos sindicatos que representam os trabalhadores da educação no estado.

A votação online será realizada de hoje até às 17 horas de sexta-feira (27), e conforme a cédula definida na reunião, os professores sindicalizados deverão votar sim ou não à paralisação nacional nos dias 2 e 3, em defesa da educação pública, contra os cortes orçamentários de 2019 e previstos para 2020 e contra o Future-se. 

Durante a Assembleia, o presidente da Apufsc, Bebeto Marques, falou da importância de a categoria dialogar com a comunidade para mostrar a situação da universidade. Para ele, a paralisação de outubro vai servir de termômetro em relação à mobilização dos professores. Leia a Nota da Diretoria.



Conselho de Representantes 

A AGE realizada nesta terça-feira (24) foi convocada pelo Conselho de Representantes na semana passada, em reunião que teve a participação recorde de 24 departamentos.

Na semana passada, os professores decidiram não entrar em greve por tempo indeterminado em uma votação que teve participação inédita de 1.191 docentes filiados (42% dos sindicalizados, sendo 72% dos da ativa): 787 votaram contra a greve (66%) e 387 votaram a favor (32,5%). Foram registrados 17 votos em branco. 

Em nota divulgada na quinta-feira (19), logo após o encerramento da votação online, a diretoria da Apufsc disse estar "convicta de que uma boa parcela da categoria deseja se somar às mobilizações nacionais previstas para os dias 02 e 03 outubro". Leia a nota sobre o resultado da última AGE na íntegra aqui. O Conselho de Representantes referendou esta convicção e a convocação da AGE.

O Conselho de Representantes também aprovou por unanimidade uma nota a respeito da greve dos estudantes da UFSC:

Nota do Conselho de Representantes
 
O Conselho de Representantes da Apufsc-Sindical, reunido no dia 20 de setembro,  e considerando que a Assembleia Geral Extraordinária  decidiu que a greve por tempo indeterminado não é neste momento o melhor instrumento de lutas para a categoria docente, reconhece e respeita no entanto a luta e as formas de mobilizações contra os cortes e contra o Future-se escolhidas pelos estudantes da UFSC. Nesse sentido, recomenda a todos os professores que mantenham diálogo com seus alunos e sigam as orientações da Câmara de Graduação a respeito da situação presente na Universidade. Da mesma forma, o CR condena qualquer tipo de coerção ou assédio aos estudantes por conta de seu movimento.
 



Acesse aqui o Edital de Convocação da nova Assembleia Geral Edital nº 09/2019 – Apufsc-Sindical.

Manchete

Mobilização nacional em defesa da educação será nos dias 2 e 3 de outubro


Postado

20.setembro | 2019


Imprimir


Compartilhar


Filiar-se

Newsletter

(48) 99944.0103 (WhatsApp)
(48) 3234.2844 e 3234.5216 (Max & Flora)
(48) 3721.9425 e 3234.3187 (Campus Trindade)
(47) 99925-1735 (Joinville)
(49) 3241.4181 (Curitibanos)
(48) 3524.0228 (Araranguá)
(47) 3234.1866 (Blumenau)

 

© APUFSC Sindical

Designed & Created by: Hupx Tecnologia Powered by: Dynamicweb