Convênio com LIC oferece novas possibilidades aos associados da Apufsc

Dentro da sua política de oferecer convênios para os seus associados, a Apufsc-Sindical firmou, nesse mês, um convênio com o Lagoa Iate Clube (LIC). Através do acordo, os associados da Apufsc poderão adquirir o Título Patrimonial, mediante contrato, em 24 parcelas mensais de 215 reais. Além disso, durante o período de aquisição, os associados ficam isentos do pagamento da taxa de manutenção, obrigatória a todos os associados do clube.

Ainda durante o período de aquisição, os associados já poderão desfrutar de todas as instalações e atividades que o LIC oferece. Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o clube está situado num terreno com 66 mil m², sendo 11 mil m² de área construída. Um dos mais tradicionais da cidade, o clube conta com dois mil associados.

Segundo o presidente do LIC, Ernesto Feibert, o convênio com a Apufsc foi uma oportunidade de unir esforços e interesses comuns. “Desejamos que um espaço maravilhoso como o LIC seja frequentado por pessoas de alta qualificação, como os membros da Apufsc. Além disso, a Apufsc tinha a intenção de ter uma sede social, onde seus afiliados possam conviver e também conhecer outras pessoas”.  Além disso, de acordo com Feibert, o clube oferece um espaço não apenas para a prática de atividades esportivas e sociais, mas também para atividades ligadas às artes e à cultura, o que pode ser de interesse específico para os membros da Apufsc que se associem ao clube. “Todos saem ganhando dessa parceria. Além das atividades já tradicionais, o LIC tem um espaço adequado e grande interesse em artes cênicas e musicais, por exemplo”.

A expectativa do Clube, também, é de que futuramente os associados da Apufsc além de fomentar as atividades realizadas pelo LIC, se envolvam com as atividades administrativas incentivando, entre outras, as práticas culturais e esportivas. “Esperamos que todos os associados aproveitem esta oportunidade, que tem um prazo de validade e é restrita para um número limitado de associados”, finaliza o presidente.

Compartilhar