Os 6 meses de escolas fechadas no Brasil nas palavras de alunos, pais e professores de 8 estados

Estudantes e profissionais da rede pública e particular comentam os desafios enfrentados com a suspensão das aulas após a pandemia do novo coronavírus

Uma situação muito diferente. Principalmente para as novas gerações: o enfrentamento de uma pandemia que força o fechamento de escolas por muitos e muitos meses. O G1 ouviu em 8 estados brasileiros (Amazonas, Ceará, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro e Santa Catarina) como foi a experiência de 6 meses sem aulas presenciais. Estudantes falam da falta que sentem dos colegas, pais comentam as dificuldades em equilibrar o trabalho e a atenção às crianças e professores explicam as dificuldades do ensino a distância. Confira no vídeo acima.

Em Santa Catarina, o entrevistado foi Dennis Fernandes, pai de alunos da rede privada. “A escola dá todo o suporte. Eles fazem lives todos os dias no período de aula. Interagem com os professores, com os colegas”, disse ele. No colégio de seus filhos, exercícios e provas estão feitos de forma online, “A escola fornece todo o suporte, os boletins, tudo. Então a gente não se preocupa com essa questão”. 

Na opinião de Dennis, seria imprudente voltar às aulas sem que haja uma vacina. “Aqui as crianças têm toda estrutura pra estudarem, têm os computadores, celular. No caso como são dois [filhos], eles têm como interagir. A casa tem pátio, então pra nós não tem dificuldade”. 

Confira a reportagem completa em vídeo.

Fonte: G1

Compartilhar