Conselho Universitário da UFRGS aprova nota de apoio ao impeachment de Bolsonaro

O Conselho Universitário da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Consun) aprovou, nesta sexta-feira (30), uma nota de apoio ao impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Composto por membros da Academia e da sociedade, o órgão entende que o atual mandatário do Brasil não tem condições de permanecer no cargo. O documento, referendado em reunião online do grupo, destaca as vidas perdidas que poderiam ter sido poupadas caso o governo federal tivesse combatido o coronavírus de acordo com as orientações da ciência e de autoridades sanitárias . E ressalta também as descobertas da CPI da Covid. Ao todo, foram 52 votos favoráveis, 4 contrários e 10 abstenções. A votação foi secreta.

“Bolsonaro faz constantes ataques à nossa democracia, põe em xeque a transparência das eleições sem ter prova alguma de fraude. Os atos corruptos e negacionistas de seu governo são responsáveis por dezenas de milhares de mortes de brasileiros”, afirmou Tamyres Filgueira, proponente da nota, coordenadora do Sindicato dos Servidores Técnico-Administrativos da UFRGS (Assufrgs Sindicato) e coordenadora-adjunta do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros, Indígenas e Africanos da UFRGS (Neab).

Integrado por membros da reitoria, professores, técnicos, alunos e comunidade externa, este é o primeiro conselho universitário do país a emitir documento nesse sentido.

Confira a íntegra da nota: Sul 21

Compartilhar