Com Bolsonaro, União tem o menor número de servidores ativos desde 2011

São 584.545 servidores federais em atividade, 46.100 mil menos do que no início do governo, aponta o Poder 360

O total de trabalhadores do Executivo federal encolheu 46.100 vagas no governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Hoje, a União tem 584.545 servidores ativos. O contingente é o mais baixo desde 2011, além de 11% menor que o total de aposentados e pensionistas do governo federal (656.621).

O enxugamento da máquina pública começou no governo de Michel Temer (MDB), mas acelerou no governo Bolsonaro. O número de vagas fechadas de 2019 a 2021 é maior que toda a ampliação registrada no governo de Dilma Roussef (PT): de 2011 a 2015, o país ganhou 42.300 novos servidores ativos.

A redução do número de servidores públicos federais que estão em atividade é um reflexo do aumento das aposentadorias e da suspensão dos concursos públicos. As aposentadorias dispararam com a reforma da Previdência, saltando de 18.800 em 2018 para 37.900 em 2019. Depois disso, o número recuou, mas o governo não fez novos concursos públicos para repor as vagas de quem se aposentou.

Leia na íntegra: Poder 360

Compartilhar