Andes e Proifes se mobilizam na luta por reajuste salarial

Apufsc acompanhou como convidada as reuniões das duas entidades; confira as deliberações

A Apufsc participou nesta quarta-feira, dia 12, como convidada de reuniões convocadas pelas duas entidades que representam os professores de Instituições de Ensino Federais. Os encontros virtuais foram marcados por Andes e Proifes para discutir a mobilização da categoria para o dia 18 de janeiro, quando os servidores federais planejam paralisar as atividades como forma de reivindicar a reposição das perdas salariais.

Os professores Bebeto Marques, presidente do sindicato, e José Francisco Fletes, diretor de assuntos de aposentadoria, participaram da reunião convocada pelo Conselho Deliberativo do Proifes. Entre as deliberações, a Federação decidiu participar dos fóruns nacionais e apoiar a luta unificada dos servidores federais, além de integrar os atos organizados pelas entidades federadas. O Proifes também reforçou a necessidade de articulação para pressionar o governo na construção do orçamento do próximo ano, para garantir a previsão de reajuste, se necessário com a realização de greve.

Segundo o Proifes, o reajuste deste ano pode ser concedido até o dia 5 de abril. As perdas inflacionárias em 2021 chegam a 10,1%.

No Andes, o setor das federais se reuniu na quarta-feira e teve o encontro acompanhado pelo vice-presidente Camilo Araújo e pelo secretário-geral Douglas Kovaleski. O Sindicato Nacional decidiu levar para as bases duas propostas: participação na greve liderada pelo Fonsefe, em conjunto com os demais servidores públicos e a construção da greve da educação, em março, para além do reajuste salarial, abordando também condições de trabalho e corte orçamentário.

As rodadas de assembleia estão previstas para acontecer entre os dias 17 de janeiro e 4 de fevereiro.

Compartilhar