Comando nacional de mobilização da greve dos servidores públicos federais anuncia “ultimato ao governo”

A agenda de mobilizações inclui como próximos eventos o Dia Nacional de Paralisação, em 16 de março, e indicativo de início de greve nacional no dia 23

Na noite de quarta-feira, dia 9, em um evento online, o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) e o Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) lançaram o Comando de Mobilização e Construção da Greve dos servidores públicos federais.

O evento teve como mote principal ressaltar a importância da unidade de diversas categorias na construção desse movimento e da greve.

A agenda de mobilizações inclui como próximos eventos o dia 16 de março como Dia Nacional de Paralisação e greves pelo país, e um indicativo de início de greve nacional sete dias depois, em 23 de março, caso o silêncio por parte do governo permaneça.

“O dia 16 consiste em um ultimato para o governo para que estabeleça uma mesa de negociação”, afirmou Fabiano dos Santos.

Participaram do evento e estão no comando as duas entidades organizadoras, a CUT, CSP-Conlutas, CTB-Nacional entre outras organizações.

Assista à reunião:

Imprensa Apufsc

Compartilhar