Ciro Nogueira se reuniu com presidente do FNDE antes da liberação do pregão de ônibus escolares

Encontros ocorreram no Palácio do Planalto sem a presença do ministro da Educação, apesar de Fundo ser vinculado ao MEC

O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, se reuniu no Palácio do Planalto com o presidente do FNDE, Marcelo Ponte, quatro dias antes de o dirigente do Fundo determinar a retomada da licitação para compra de ônibus escolares. O processo do pregão estava suspenso por conta de problemas apontados pelos órgãos de controle, mas foi retomado no dia 18 de março. A licitação está marcada para ocorrer nesta terça-feira, 5.

Ciro e o presidente do FNDE tiveram um outro encontro, também no Planalto, em 22 de fevereiro. As duas reuniões ocorreram sem a presença do ministro da Educação, apesar de o Fundo ser vinculado ao MEC e não ter qualquer subordinação com a Casa Civil.

Como revelou o Estadão, a área técnica do FNDE e também órgãos de controle alertaram para a indicação de sobrepreço na compra de 3.850 ônibus escolares destinados ao transporte de estudantes da zona rural. Os preços inflados poderiam elevar o valor total da aquisição em até R$ 730 milhões.

Como o Estadão mostrou, Ciro Nogueira tem influência direta sobre a destinação de recursos do FNDE, por meio do seu afilhado político e ex-chefe de gabinete Marcelo Ponte, que preside o órgão federal. Apesar de licenciado da presidência nacional do Progressistas, Ciro Nogueira tem atuado para que o programa Caminho da Escola atenda a seus correligionários, por meio da distribuição de ônibus escolares e do empenho de emendas parlamentares.

Leia na íntegra: Estadão

Compartilhar