Candidatos à Reitoria da UFSC fazem acordo contra intervenção de Bolsonaro na eleição

O acerto foi confirmado no debate realizado na última quinta-feira, dia 14, no programa Conversas Cruzadas, na CBN Florianópolis e Joinville

Os candidatos à Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que disputam o segundo turno na consulta informal à comunidade acadêmica no próximo dia 26 de abril, selaram um acordo para evitar que o presidente Jair Bolsonaro (PL) não nomeie o mais votado. Irineu Manoel de Souza (Chapa Universidade Presente) e Cátia Carvalho Pinto (Chapa UFSC Viva) confirmaram o acerto no debate realizado na última quinta-feira, dia 14, no programa Conversas Cruzadas, na CBN Florianópolis e Joinville. As informações são de Renato Igor, no NSC Total.

A ideia, com o acordo, é fazer com que a vontade da comunidade acadêmica seja respeitada, mesmo se o presidente Bolsonaro não escolher o primeiro colocado.

Assista:

Leia a notícia completa: NSC Total

Compartilhar