Professor da UFSC convida para lançamento de seu livro “Os botões da batina”

Obra foi publicada pela editora Insular

No dia 20 de maio, das 19h às 21h30, no Palácio Cruz e Souza, em Florianópolis, o professor do departamento de História da UFSC, Waldir José Rampinelli, lança seu quinto livro solo. Escrito durante a pandemia da Covid-19, “Os botões da batina” é inspirado em “O Ateneu”, de Raul Pompéia. Com prólogo de Tânia Ramos e ilustrações de Frank Maia, o livro ficcional conta como os seminários católicos têm uma pedagogia da opressão, do medo, da ameaça do fogo do inferno, da demonização da mulher e da castração da sexualidade.

Rampinelli foi mandado para o seminário “Nossa Senhora de Guadalupe”, no sul de Santa Catarina, aos 9 anos. Por isso, a obra mistura história, inspiração da literatura e memórias dos anos de 1959 a 1974, período em que o docente estudou na entidade. O autor se identifica como escritor militante e afirma que seus textos podem gerar um certo desconforto em algumas pessoas. “Eu não escrevo para agradar, escrevo para pôr no papel aquilo que é importante” destaca.

Mestre em Estudos Latino-Americanos pela Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM) e doutor em Ciências Sociais e Políticas pela Pontífica Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), Rampinelli tem mais de dezenas de livros publicados como autor, coautor e organizador. Em sua trajetória, acompanham o novo lançamento as obras: O menino que vê o mundo – confidências sobre os imigrantes italianosEvangelho e Manifesto – ne religião e na políticaO que a mídia esconde – crônicas na Rádio Onda JovemAs duas faces da moeda – as contribuições de Jk e Gilberto Freyre ao colonialismo português.

Sobre a obra

“Os botões da Batina” foi publicado pela editora Insular, em 2021, e pode ser adquirido aqui, por R$ 44,00.

Tânia Ramos, escritora do prólogo destaca que o autor “recupera em todos os momentos o menino ou o adolescente e, mesmo preso pelas convenções da segunda metade do século XX e primeiras décadas do século XXI, em espaços mais públicos e politizados, faz um documento sobre a pedagogia da opressão desses internatos. Tudo isto é perpassado pela capacidade do imaginário no processo de recordação de cenas e fatos de uma infância nem risonha, nem franca e – ainda bem – que os anos não trazem mais”.

Sobre o lançamento

O que: Evento de lançamento do livro “Os botões da batina”

Quando: 20 de maio, das 19h às 21h30

Onde: Palácio Cruz e Souza, Florianópolis

Imprensa Apufsc

Compartilhar