Após bloqueio milionário, servidores e estudantes do IFSC protestam em Florianópolis

Manifestação aconteceu no Centro de Florianópolis, no final da tarde desta quinta, dia 9, destaca o NSC Total

Servidores e estudantes do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) protestaram na tarde desta quinta-feira, dia 9, contra o bloqueio de aproximadamente R$ 6 milhões no orçamento, destaca o NSC Total. De acordo com o instituto, o bloqueio – e até possível corte – de 7,2% das verbas coloca em risco as atividades de ensino, pesquisa e extensão a partir do segundo semestre.​

A manifestação aconteceu no Centro de Florianópolis. Participaram do protesto o Sindicato dos Servidores do IFSC (Sinasefe), e o Movimento Estudantil do IFSC e da Universidade Federal de SC (UFSC). 

Em 27 de maio, o Ministério da Educação anunciou o bloqueio de 14,5% das verbas – equivalente a R$ 3,2 bilhões – que iriam para educação. Segundo o instituto, desde então, o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) tenta reverter a decisão. 

Atos Nacionais

Em diversas localidades do país também aconteceram protestos nesta quinta-feira. Os atos foram convocados pela União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) e contaram com apoio de diversas entidades, como a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e partidos políticos de oposição.

De acordo com a Rede Brasil Atual, os novos cortes no orçamento do Ministério da Educação e a proposta, apoiada pelo governo, de cobrança de mensalidades nas universidades públicas (PEC 206) mobilizaram os manifestantes, contrários aos ataques desferidos por Bolsonaro desde que tomou posse, em janeiro de 2019.

Programas de auxílio à permanência de estudantes carentes e bolsas de iniciação científica e pesquisa são afetados. Por isso o lema dos manifestantes é “Bolsonaro, tira a mão da Federal!”

Imprensa Apufsc

Compartilhar