Confira o panorama da mobilização da categoria docente no país

Até esta segunda-feira, dia 20, 44 entidades sindicais haviam aprovado greve no Brasil, incluindo a Apufsc-Sindical, e 12 rejeitado

Em nova votação, professores e professoras da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), filiados à Apufsc-Sindical, decidiram pela adesão à greve a partir de 7 de maio. Com isso, até esta segunda-feira, dia 20, eram 44 as entidades que representam docentes das universidades federais que aprovaram greve, de acordo com levantamento feito pela Apufsc, outras 12 rejeitaram. A categoria docente reinvidica reajuste salarial, recomposição da carreira, entre outros pontos.

Nesta quarta-feira, dia 15, durante reunião da Mesa Específica e Temporária do Magistério Federal, o governo federal apresentou uma nova contraproposta em que mantém os índices de reajuste salarial de 9% em janeiro de 2025 e 3,5% em maio de 2026, sem percentual em 2024. No entanto, o texto acatou parte da contraproposta feita pelo Proifes-Federação em que as Classes A/DI 1 e B/DII 2 são substituídas por uma Classe de Entrada. Além disso, melhorou os percentuais de reajuste dos steps, que agora passam para 4,5% em 2025 e 5% em 2026. Com isso, o governo prevê para os próximos dois anos um aumento de até 13,6% para docentes com salários mais altos e 31,2% para os que ganham menos.

Após a reunião da última quarta-feira, quatro entidades já realizaram Assembleias e rejeitaram a proposta do governo. Outras 26 AGEs estão agendadas para esta semana.

Confira o mapa das mobilizações das entidades sindicais que representam docentes de universidades federais que já decidiram pela rejeição ou aprovação de greve:

* Entidades que representam mais do que uma universidade federal: Adufc (Unilab e UFC), Apub (UFBA e UFOB), Adufrgs (UFRGS e UFCSPA), Adufg (UFG, UFJ e UFCAt – apenas a última rejeitou a adesão à greve).

** Em Assembleia na sexta-feira, dia 3, o Sindurca decidiu suspender o movimento de greve, o qual havia aderido no dia 5 de abril.

A tabela está sendo atualizada diariamente. Para acrescentar ou corrigir dados, envie e-mail para [email protected].

Imprensa Apufsc