Diretoria e CR ignoram aspectos essenciais na questão da filiação nacional. Por quê?

Marcelo Carvalho

Estamos a menos de um mês de uma AG que irá deliberar sobre a filiação nacional da APUFSC e o que vemos é uma Diretoria e um CR que sequer sabem o que estão propondo.

Repetirei aqui um ponto que mencionei em outro texto [1] alertando para algumas ambigüidades na condução da questão da filiação nacional e que nem o CR nem a Diretoria se dispuseram a esclarecer.

Imaginemos hipoteticamente que a opção da filiação nacional ao Andes seja vitoriosa na AG. Pelo estatuto atual da Apufsc isso não garante automaticamente a filiação nacional da Apufsc ao Andes, pois para que a Apufsc seja seção sindical do Andes é necessária também uma mudança em vários artigos do estatuto da Apufsc. Ocorre que tais mudanças devem ser feitas em outra AG convocada especialmente para este propósito e que também contempla um quórum diferenciado de 25% de associados.  O que faremos então?

Convocamos  outra AG para decidir a mudança do estatuto da Apufsc para se adequar ao estatuto do Andes?

ou,

Rasgamos o estatuto assumindo que a decisão pela filiação nacional da Apufsc a Andes já determina a mudança do estatuto atual?
 
Assumindo que se respeite o estatuto atual e se convoque  uma nova AG para mudar os artigos do estatuto da Apufsc afim de adequá-lo ao estatuto da Andes, temos então que considerar a seguinte questão,

O que ocorrerá se na votação da mudança de um dos artigos do estatuto (e basta um, apenas) os associados não concordem e rejeitem a mudança. Isso anula a decisão da AG que decidiu pela filiação da Apufsc ao Andes? Ou será que tentar-se-á indefinidamente convocar AG’s até que se aprove tal artigo do estatuto?
 
Lembro a Diretoria que estes questionamentos não devem ser objeto de discussão na AG do primeiro dia, pois isso poderia implicar possíveis alterações  de última hora nas questões que seriam respondidas na AG do segundo dia e para o qual muitas pessoas já teriam refletido e tomado decisão.
 
Gostaria que a Diretoria e o CR respondessem por escrito no Boletim a estes questionamentos que são de interesse de  todos os associados. Sugiro também que não seja realizada a consulta da filiação nacional  até que estas dúvidas sejam plenamente esclarecidas. 

Professor do Departamento de Matemática 

Compartilhar