Reitora da UFGD não comparece em reunião conturbada do Conselho Universitário

Balões alaranjados decoraram a reunião do conselho em forma de protesto da comunidade universitária contra nomeação da reitora. Foto: Dourados News/Divulgação

A reunião do Conselho Universitário da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) realizada na manhã desta quinta-feira (26) foi conturbada. Embora tenha solicitado reforço na segurança, a reitora Mirlene Ferreira Macedo Damazio não compareceu.

Ainda no processo de agendamento da reunião, Mirlene solicitou mudança de local.  Segundo o Portal Dourados News, a reitora justificou a alteração por receio de atentado contra os conselheiros. Além de seguranças da própria instituição, agentes da Guarda Municipal e da Polícia Militar compareceram por solicitação dela.

Mesmo assim, a reitora, que preside o Conselho Universitário e fez a convocação, não apareceu e coube ao conselheiro mais antigo instalar a reunião após verificar que as assinaturas já caracterizavam o quórum. A sala reservada não tinha espaço suficiente e, novamente, a reunião foi transferida. Dessa vez para o auditório, como ocorria costumeiramente. Enquanto a reunião acontecia, guardas municipais formaram uma barreira no acesso à sala da reitora.

Nomeada em junho pelo Ministro da Educação, Abraham Weintraub, a reitora temporária é alvo de manifestações em meio à judicialização da lista tríplice encabeçada pelo professor Etienne Biasotto. Os balões alaranjados, símbolo de protestos realizados pela comunidade acadêmica, decoraram a 97ª Reunião Ordinária do Cun da UFGD.

Informações Dourados News

Compartilhar