MEC quer lançar novo teste para estudantes, mas pareceres técnicos alertam que não há recursos

Avaliação custaria R$ 50 milhões em 2020 e não estava prevista no Orçamento

O Ministério da Educação (MEC) quer implantar neste ano um novo teste para estudantes em fase de alfabetização, a Avaliação Nacional de Fluência em Leitura, orçada em R$ 50 milhões, mas a pasta recebeu alerta de suas áreas técnicas de que “não há previsão orçamentária para a realização dessa avaliação” em 2020. Somente com um crédito adicional, segundo documentos obtidos pelo jornal O Globo, será possível aplicar o exame.

O impacto orçamentário calculado pelo MEC prevê ainda que a nova prova consumirá R$ 53 milhões em 2021 e R$ 55 milhões em 2022. A avaliação está prevista em portaria que a pasta prepara para instituir o programa “Tempo de Aprender”, capitaneado pelo titular da Secretaria de Alfabetização (Sealf) o ministério, Carlos Nadalim.

Leia na íntegra: O Globo

Compartilhar