Pandemia mobiliza voluntários para apoiar trabalhos no Hospital Universitário

O grupo trabalha na confecção de máscaras, hotelaria e capitação de servidores para uso de EPIs

Um verdadeiro exército de voluntários está mobilizado para ajudar na batalha contra o coronavírus. São costureiras, donas de casa, estudantes, servidores públicos, engenheiro e profissionais de várias áreas que decidiram dedicar seu tempo à produção e doação de máscaras para os colaboradores das áreas administrativa e assistencial do Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago.

A chefe do setor de Hotelaria Hospitalar, Mara Sérgia Pacheco Honório Coelho, explicou que, na confecção de máscaras, são duas frentes de produção. “Há um grupo de 80 costureiras voluntárias do Campeche cadastradas na Feira Criativa, uma voluntária do Itacorubi e uma servidora do HU-UFSC formam este grupo que já nos entregou 300 máscaras que estão sendo distribuídas para os trabalhadores da área administrativa do HU”.

Outra frente de trabalho é da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), em um trabalho realizado pela professora Elaine Pauli, chefe do Departamento de Fisioterapia e coordenadora da campanha “Cuidando de Quem Cuida”. Este grupo já entregou 400 máscaras e deverá entregar outras 4 mil e 600 e 300 balaclavas. Este equipamento não vai ser distribuído diretamente para os colaboradores, mas repassado conforme as demandas de cada setor.

Além desta ação para os servidores administrativos, o HU-UFSC está fornecendo máscaras caseiras (feitas com tecido comum) para pacientes que fizeram transplante de fígado e tratamento quimioterápico. Este material é repassado para as equipes que entregam para os pacientes de acordo com a necessidade. Estas máscaras são produzidas pelo mesmo grupo de voluntários que fazem travesseiros e bonecos que são distribuídos regularmente para pacientes do HU-UFSC. São as chamadas “Naninhas do Bem”.

Engenheiro voluntário ajuda a reorganizar distribuição de álcool

Um outro trabalho voluntário que o HU recebeu nestes dias difíceis veio do engenheiro Hélio Rodak. Ele, que é servidor da UFSC e tem formação na área de manutenção predial, já estava ajudando na reorganização do hospital para atendimento a pacientes com Covid-19, quando entrou em contato com a equipe da Hotelaria. “Esta pandemia gerou novas rotinas em várias áreas e um dos aspectos foi o consumo de álcool gel”, explicou.

Com isso, o engenheiro se ofereceu para ajudar na logística de reorganização e distribuição de álcool gel no hospital. “Com a pandemia, tudo mudou. Houve um esvaziamento rápido dos galões, a gente tinha de verificar esta demanda, olhar a mudança que houve nos setores e, junto com a Hotelaria, fazer uma supervisão mais sistemática da reposição deste material”.

Hospital capacita colaboradores sobre uso de EPIs

A gerente de Atenção à Saúde do HU, Francine Lima de Gelbcke, acrescentou que a administração do hospital está empenhada na garantia de oferta de EPIs para todos os servidores da instituição destacando que para a área assistencial devem ser utilizadas máscaras cirúrgicas e N95 “Além disso, estão acontecendo capacitações dentro do hospital para explicar a todos os servidores as regras para uso correto destes equipamentos”, explicou a gerente.

De acordo com a Gerência de Ensino e Pesquisa (GEP), as capacitações incluem orientações sobre uso de máscaras, higienização das mãos, paramentação e desparamentação seguindo normas técnicas, entre outros pontos. Até o início desta semana, já foram capacitados mais de mil servidores e, durante toda a semana, foram abertas novas turmas de capacitação para uso de EPIs, em treinamentos realizados pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) e pelo Núcleo de Educação e Pesquisa em Enfermagem (Nepen). Para o mês de maio, está sendo preparada uma nova programação de capacitação de colaboradores.

Leia na íntegra: Notícias UFSC

Compartilhar