Secretarias de Educação suspendem matrículas para ano letivo de 2021 no Amazonas

Em reportagem, G1 mostra que medida ocorre razão do avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19)

Em razão do avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no Amazonas, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto e a Secretaria Municipal de Educação (Semed-Manaus) suspenderam, por tempo indeterminado, o serviço de matrículas para o ano letivo de 2021 nas redes públicas de ensino.

Com a decisão, o atendimento presencial para solicitação de transferência de alunos com deficiência, que iniciaria nesta quarta-feira (20), está suspenso. Em breve, as secretarias anunciarão novas datas para a retomada do serviço.

Neste ano, a rede estadual espera atender cerca de 589 mil estudantes, entre alunos em continuidade de ensino e novos alunos, em 599 unidades escolares. Para novos alunos, estão sendo ofertadas 168 mil vagas. Já a rede municipal deve atender cerca de 263 mil crianças, com a abertura de 46 mil vagas para novos estudantes.

Rematrícula

O procedimento de rematrícula já foi feito pelas escolas de maneira automática, no período de 28 de dezembro a 7 de janeiro. Todos os estudantes que estavam matriculados no ano letivo de 2020 têm vaga garantida nas escolas em que estavam, sem necessidade da presença de pais e responsáveis nas unidades de ensino.

Fonte: G1

Compartilhar