Milton Ribeiro informa que será criado ‘comitê editorial’ para revisar e liberar estudos sobre a educação brasileira

Ministro respondeu a uma inquirição formal parlamentar que questionava o Inep por ter suspendido a publicação de uma pesquisa, de acordo com G1; artigo apontou bons resultados de política de alfabetização do governo Dilma

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, prestou informações a respeito de um requerimento feito pelo deputado federal Israel Batista (PV-DF) sobre um estudo do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) que teve sua publicação suspensa dois dias antes do previsto.

O Inep, além de organizar o Enem, o maior vestibular do país, também é responsável por censos e estatísticas que analisam a educação brasileira.

O estudo “Avaliação econômica do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa” já tinha cumprido todas as etapas burocráticas internas e foi barrado após o Inep anunciar que um comitê editorial – inexistente anteriormente – seria instalado para “garantir a excelência do processo”.

Na documentação enviada por Milton Ribeiro à Câmara dos Deputados no último dia 17 de junho, assinada por Michele Melo, diretora de Estudos Educacionais do Inep, é informado que a criação do comitê é legítima porque estava prevista no Manual de Publicações do Inep, publicado em 2015, e “contribuirá para o rigor técnico e científicos dos trabalhos publicados pelo Inep”.

“Cabe ressaltar que tal Comitê ainda não foi instituído”, diz o texto, e que “há discussões internas na atual gestão para constituição desse Comitê”.

Confira na íntegra: G1

:::: Leia mais: Artigo do Inep que aponta bons resultados de política de alfabetização do governo Dilma é censurado

Compartilhar