Estudantes protestam no Centro de SP contra Bolsonaro e fala de ministro que ‘universidade deve ser para poucos’

Manifestantes ligados à UNE apontam cortes no orçamento das universidades sob o governo Bolsonaro, que deixam as instituições em estado de emergência, informa o G1

Um grupo de estudantes fez um ato em frente ao Theatro Municipal, no Centro de São Paulo, na tarde desta quarta-feira (11).

Eles protestaram contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o corte de verbas para a Educação, a favor da vacina, e contra a fala do ministro, Milton Ribeiro, que em entrevista à TV Brasil disse que a “universidade deveria, na verdade, ser para poucos, nesse sentido de ser útil à sociedade”.

Durante a manhã desta quarta, estudantes também protestaram no vão do Museu de Arte de São Paulo (Masp). Pelo menos uma faixa da via da Avenida Paulista foi ocupada.

O grupo é ligado às entidades estudantis União Nacional de Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e Associação Nacional de Pós -Graduandos (ANPG).

Leia na íntegra: G1

Compartilhar