Servidores vão às ruas contra a reforma administrativa

Em Florianópolis manifestação contou com a participação de professores da UFSC

Sindicatos e servidores públicos se reuniram na tarde desta quarta (18) em frente à Catedral de Florianópolis para protestar contra a reforma administrativa. O ato faz parte da agenda de mobilizações criada para pressionar os deputados a votarem contra a PEC 32. A Apufsc participou da caminhada que percorreu algumas ruas da cidade.

Todos os protocolos de segurança da Covid-19 foram seguidos

As manifestações estavam confirmadas em pelo menos 19 estados e no Distrito Federal. Em Brasília, os servidores se encontraram em frente à Câmara de Deputados. Além disso, um carro de som foi levado até a porta do edifício em que Arthur Lira (PP-AL) mora.

Em Porto Alegre (RS) os servidores levantaram faixas e cartazes no Palácio Piratini e no Hospital Pronto Socorro. No último, denunciavam o impacto da reforma administrativa na saúde.

Em Criciúma os manifestantes utilizaram a Praça Nereu Ramos para distribuir panfletos e dialogar com a população. Ainda, exibiram cartazes com os nomes dos deputados federais da região (Ricardo Guidi (PSD), Geovania de Sá (PSDB) e Daniel Freitas (PSL)), com o objetivo de fazê-los votarem contra a PEC.

Algumas cidades, também estenderam os protestos contra as privatizações, gestão do governo Jair Bolsonaro e a favor do auxílio emergencial de R$ 600. Funcionários dos Correios se juntaram a alguns atos.

Imprensa Apufsc

Compartilhar