Ministro do TCU defende que governo fure teto por educação e saúde

“O ministro da Economia [Paulo Guedes] está tímido nessa questão”, afirmou Augusto Nardes, ao UOL

O ministro do TCU (Tribunal de Contas da União) Augusto Nardes disse ao UOL que, durante a pandemia de coronavírus, o país deveria furar o teto de gastos se o dinheiro for destinado para educação, saúde e saneamento básico. Nesta semana, a Câmara aprovou, em primeiro turno, uma PEC que permite mudar as regras do limite de despesas do Estado a fim de abrir espaço para o programa social substituto do Bolsa Família.

“Isso é uma recomendação”, afirmou Nardes, em seu gabinete. “A decisão é do Congresso Nacional”, continuou. “Temos que alertar o ministro da Economia [Paulo Guedes], que está tímido nessa questão”.

Segundo ele, educação é a área que merece mais atenção do governo. Nardes menciona preocupação com a posição do Brasil no Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes), principal avaliação da educação básica do mundo. Em 2018, o país caiu posições, seguindo abaixo da média da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico). Países asiáticos, como a China, estão no topo.

Leia na íntegra: UOL

Compartilhar