MEC pede mais R$ 4,5 bilhões para evitar cortes em 2022

Pasta argumenta que verba tem de se equiparar à de 2019, período pré-pandemia, destaca a Folha de S. Paulo

O MEC (Ministério da Educação) pediu ao Congresso ampliação de cerca de R$ 4,5 bilhões no orçamento da área para o próximo ano. A pasta quer evitar uma redução na verba em relação a 2019, período anterior à pandemia.

Integrantes do Ministério da Economia e a equipe que elabora o projeto de Orçamento de 2022 negociam ajustes na proposta para atender à demanda do MEC. A votação da versão final está prevista ainda para este ano.

Em reunião com congressistas, representantes da pasta da Educação afirmaram que, sem o aumento de recursos, alguns serviços podem ser prejudicados.

Segundo documento obtido pela Folha, há pedido, por exemplo, para garantir o atendimento de contratos já firmados por universidades e o pagamento de bolsas da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), órgão que tem sofrido uma debandada de coordenadores e consultores.

Lei na íntegra: Folha de S. Paulo

Compartilhar