Relembre as crises dos 4 ministros da Educação sob Jair Bolsonaro

Um dos ministérios mais importantes do governo terá seu quinto ministro desde o início do governo de Jair Bolsonaro. Milton Ribeiro pediu demissão nesta segunda (28/03) do cargo de titular da Educação.

A pasta tem um dos maiores orçamentos da Esplanada dos Ministérios, mas foi uma das áreas mais afetadas por cortes de gastos – justamente durante o período da pandemia, quando as escolas tiveram que se adaptar para o ensino online e híbrido.

Foi também uma das pastas em que a ala ideológica do governo se fez mais presente.

Alguns especialistas em educação criticam o Ministério da Educação (MEC) na atual gestão por focar demais em propostas muito ligadas às pautas de costumes do governo Bolsonaro, como as escolas cívico-militares e o homeschooling, e menos nos desafios mais amplos da educação brasileira, como ajudar as redes municipais e estaduais a implementar e executar o ensino online durante o auge da pandemia de covid-19.

Leia na íntegra: BBC

Compartilhar