Nota de pesar: falece o chargista Frank Maia

Frank era reconhecido por sua atuação em veículos de comunicação de Santa Catarina e prestou serviço ao sindicato

A diretoria da Apufsc-Sindical lamenta o falecimento do chargista e jornalista Frank Maia, ocorrido na madrugada deste domingo, dia 5. Frank estava internado no Hospital Regional de São José com problemas no coração. O chargista já prestou serviços ao sindicato e colaborou com a comunicação.

As homenagens de despedida serão realizadas neste domingo, entre 16h e 20h, com cerimônia marcada para 19h no crematório Vaticano, na rua Antônio Jovita Duarte, 9.203, bairro Forquilhas, em São José.

Nota do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina e da Federação Nacional dos Jornalistas

“O Sindicato dos Jornalistas de SC e a Federação Nacional dos Jornalistas comunicam, com profundo pesar, o falecimento do jornalista Frank Maia, diretor do SJSC. Frank morreu na madrugada deste domingo (05/06/2022), vítima de uma cardiopatia grave, no Hospital Regional de São José, onde estava internado há dias.

Formado pela UFSC, carioca de nascimento, mas manezinho de espírito e coração, Frank Maia aliava, como poucos, o talento artístico com uma profunda base teórica e política, resultando em ilustrações e charges sempre reconhecidas pelo estilo e humor refinado. “Desenhar é o meu riscado”, se autodefinia.

Frank trabalhou nos jornais O Estado, AN Capital, A Notícia e Notícias do Dia. Era colaborador assíduo de publicações de entidades sindicais e ligadas ao movimento social. Em 2017, lançou, junto com Isadora Cardoso e Maurício Oliveira, o livro “Capa dura, miolo mole”, com uma coletânea dos seus trabalhos. Nos últimos tempos compartilhava suas charges e as de diversos outros profissionais do traço de todo o país em redes sociais e em seu grupo de Whatsapp “serviço de xarjincasa”.

Pai carinhoso de três filhos, avô de um neto, Frank recentemente tinha completado 55 anos. Ao filho mais velho, às meninas, à companheira Patrícia e demais familiares e amigos, os profundos sentimentos e solidariedade de todas e todos os dirigentes do Sindicato dos Jornalistas e da FENAJ.”

Imprensa Apufsc

Compartilhar