Com corte no orçamento, 88% das universidades federais têm prejuízos, diz Andifes

À CNN, instituições públicas usaram expressões como “situação crítica” e “inviabilidade de funcionamento” para descrever a situação atual, destaca a CNN

Um levantamento da CNN, com base em dados do painel da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), mostrou que 88% faculdades federais tiveram prejuízos milionários após o corte mais recente de 7,2% no orçamento feito pelo governo federal.

Na prática, o Ministério da Educação bloqueou aproximadamente R$ 1,6 bilhão, segundo a pasta.

A análise feita levou em consideração o orçamento das 69 instituições federais localizadas no país. A maioria das universidades, segundo o presidente da Andifes, reitor Marcus David, vive um estrangulamento financeiro. A CNN procurou o MEC sobre o problema apontado pela Andifes e ainda aguarda um retorno.

A reportagem da CNN também conversou com pelo menos cinco instituições federais no Brasil. Ao serem questionadas pela CNN, as universidades usaram expressões como “situação crítica” e “inviabilidade de funcionamento” para descrever a situação financeira atual do segmento.

Leia na íntegra: CNN

Compartilhar