“Na hipótese de não haver definição hoje, caberá ao Conselho Universitário tomar as decisões necessárias”, diz Reitoria da UFSC em nova nota

Documento foi assinado pela atual gestão e pelo reitor e vice eleitos

A Seção 2 do Diário Oficial da União, que reúne Atos de Pessoal, foi publicada por volta das 10h desta segunda-feira, dia 4, sem o decreto de nomeação do reitor eleito para a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Irineu Manoel de Souza, e da vice-reitora eleita, Joana Célia dos Passos. Edições extras podem ser publicadas ao longo do dia, o que aumenta o clima de apreensão e expectativa na instituição.

Por volta das 10h30, a atual Reitoria, cujo mandato se encerra nesta segunda-feira, e a gestão eleita, emitiram nova nota conjunta:

A comunidade de professores, técnicos-administrativos em Educação e estudantes da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) aguarda a confirmação da nomeação do novo reitor da UFSC para o mandato de 2022 a 2026 ao longo desta segunda-feira, 4 de julho, último dia de mandato do reitor Ubaldo Cesar Balthazar.

A reitoria eleita, em conjunto com a atual gestão, nesta ocasião, reforça os termos da nota publicada na última sexta-feira , na qual reitera “nossa confiança no processo democrático de escolha dos dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior”. 

É pertinente salientar que não haverá qualquer interrupção nas atividades ou serviços prestados por esta Universidade à sociedade. Na hipótese de não haver definição na data de hoje, caberá ao Conselho Universitário, instância superior da UFSC, tomar as decisões necessárias.

Leia também:
::: O que acontece se Bolsonaro não nomear novo reitor da UFSC?
::: Secretário de Educação Superior do MEC informa que processo de nomeação da nova Reitoria da UFSC está no gabinete da Presidência da República

Compartilhar