Aulas presenciais estão suspensas na UFSC a partir desta segunda-feira (16) em função do Coronavírus

Restaurantes Universitários (RUs) e a Biblioteca fecham a partir de terça-feira (17); decisões foram comunicadas neste domingo pela universidade

A Administração Central  da UFSC decidiu suspender todas as atividades de ensino presencial (aulas) em todos os campi da instituição a partir desta segunda-feira, 16 de março, e também fechar os Restaurantes Universitários (RUs) e a Biblioteca Universitária (BU) a partir de terça-feira (17). A restrição é por tempo indeterminado e pressupõe que novas ações possam ser adotadas no decorrer dos próximos dias. As decisões foram tomadas na reunião deste domingo (15) do comitê multidisciplinar formado no início deste mês na UFSC para tratar da pandemia de Covid-19 e seu impacto sobre a comunidade universitária. 

Recomenda-se que a comunidade estudantil mantenha-se em casa, e evite buscar os serviços de saúde a não ser em casos de real necessidade. Em caso de dúvidas sobre os sintomas, a orientação é entrar em  contato, em Florianópolis, com o serviço Alô Saúde Floripa, pelo telefone  0800-333-3233, antes mesmo de se dirigir aos postos de saúde e às UPAs.

A preocupação expressa pela administração da UFSC é a de assegurar a preservação dos mais de 41 mil matriculados nos cursos de graduação, pós-graduação e no ensino infantil e educação básica, além dos que dependem da alimentação no Restaurante Universitário, utilizam a Biblioteca Universitária, e da grande comunidade de servidores docentes e técnicos administrativos em Educação. 

“É importante que as Direções de Unidades e os colegiados de curso se organizem, de forma não presencial, de preferência, para definir medidas estratégicas do uso de tecnologias de ensino a distância neste momento peculiar”, salientou o reitor Ubaldo Cesar Balthazar.  

“Não há comunicação de casos suspeitos ou confirmados que sejam relativos à comunidade da UFSC”, ressaltou o chefe de Gabinete, Áureo Mafra de Moraes. “Mas as medidas de maior contenção são essenciais neste momento, para que a nossa comunidade não seja mais um fator estressor no sistema de saúde pública de Santa Catarina”. 

O pró-reitor de Assuntos Estudantis, Pedro Manique Barreto, salientou que são mais de 11 mil pessoas que frequentam diariamente o RU no campus. “Em pouco mais de uma semana de aulas, utilizou-se todo o nosso estoque de álcool em gel comprado para o ano de 2020. Fizemos reformas nas pias externas, protocolos de troca das conchas de servir de 20 em 20 minutos, mas ainda assim não são medidas suficientes para evitar a propagação do vírus”, ressaltou.

A pró-reitora de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas, Carla Burigo, trouxe informações a respeito das possibilidades de afastamento do ambiente de trabalho das pessoas consideradas em grupos vulneráveis (cardiopatas, pneumopatas, nefropatas, diabéticos, oncológicos, e imunossuprimidos em geral), além de maiores de 60 anos. Outras medidas possíveis de como a realização de tarefas a distância serão estudadas para os setores administrativos da instituição. 

“Decidimos que o melhor é dar aos nossos técnicos e docentes com mais de 60 anos a opção de permanecer em suas casas buscando a sua preservação e a de sua família. Estamos suspendendo as capacitações, afastamentos para pós-doutorado ou participação em eventos que impliquem em viagens, pelo menos pelos próximos meses”, declarou a pró-reitora. A realização dos concursos será avaliada nos próximos dias. 

Confira a nota da UFSC:

Nota Oficial

Considerando:

  1. O caráter iminente do crescimento de casos relacionados à contaminação pelo Covid-19;
  2. Que toda epidemia por fonte propagada, pessoa a pessoa, ou pessoa a pessoas, em que ocorra multiplicidade de contatos, sem conhecimento da fonte propagadora, é potencialmente muito grave;
  3. A confirmação de cinco casos no estado de Santa Catarina e, em Florianópolis, um deles nas proximidades do Campus João David Ferreira Lima, área de enorme circulação da comunidade universitária;
  4. O Decreto Municipal da Prefeitura Municipal de Florianópolis, que proíbe eventos fechados com distância menor de 2 metros entre os participantes;
  5. O potencial de propagação em espaços como os Restaurantes Universitários e a Biblioteca Universitária, locais em que há enorme risco;
  6. A implementação de cuidados especiais com grupos vulneráveis, como idosos e imunodeprimidos ou portadores de doenças crônicas, inclusive entre o corpo de servidores técnicos e docentes;
  7. a necessidade de reduzir drasticamente a circulação de pessoas nos campi da UFSC, de modo a diminuir os riscos de contaminação em massa;

Comunicamos que estão suspensas, por tempo indeterminado, as aulas presenciais em todos os níveis de ensino, a partir de segunda-feira, dia 16 de março de 2020, em todos os campi da UFSC, com interrupção de atendimento nos Restaurantes Universitários e Biblioteca Universitária.

Nesta segunda-feira será publicada Portaria Normativa do Reitor, contendo esta decisão e serão emitidas orientações detalhadas sobre os procedimentos necessários à concretização da medida, inclusive nas atividades técnicas e administrativas.

Adicionalmente, informamos que um Comitê formado por especialistas e gestores continuará monitorando a situação e, oportunamente, poderá informar novas medidas.

Reiteramos a importância da manutenção das etiquetas respiratórias e de contato bem como os cuidados amplamente divulgados pelas autoridades sanitárias quanto à higienização, orientando que, com a suspensão das aulas, as pessoas adotem os cuidados necessários e permaneçam em suas residências.

Florianópolis, 15 de março de 2020.

Notícias UFSC

Compartilhar