SBPC se une a mais de 70 entidades para realizar Marcha Virtual pela Vida

Manifestação nas redes sociais será amanhã em defesa da vida, da saúde e do SUS, da solidariedade, do meio ambiente, da democracia, da ciência e da educação

Mais de 70 entidades, instituições e movimentos de todos os setores da sociedade civil já aderiram à Marcha Virtual pela Vida, manifestação em defesa da vida, da saúde e do SUS, da solidariedade, do meio ambiente, da democracia, da ciência e da educação, que acontece nesta terça-feira, 9 de junho, nas redes sociais.

Organizada pela Frente pela Vida, movimento conduzido pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) com a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o Conselho Nacional de Saúde (CNS), o Centro Brasileiro de Estudos da Saúde (Cebes), a Sociedade Brasileira de Bioética (SBB) e a Rede Unida, a manifestação virtual é baseada em seis pilares, expressos em na declaração “Marcha Pela Vida”.

O presidente da SBPC, Ildeu de Castro Moreira, explica que a manifestação virtual chamará a atenção para valores que estão em cheque neste momento de grave crise sanitária, econômica e social que o Brasil enfrenta, especialmente com a pandemia do coronavírus. Atualmente, o Brasil é o epicentro da covid-19 na América Latina, com o maior número de casos no mundo e a maior taxa diária de mortes. “A situação é gravíssima. Isso exige de todos nós união, para que nos mobilizemos na busca de medidas para mitigar os impactos dessa pandemia, para o bem comum de toda a população. Esta marcha é um alerta para a importância da preservação da vida”, diz.

Todos estão convidados para participar da Marcha Virtual pela Vida, no chamado Dia “V”. A manifestação contará com atividades locais e regionais de entidades, instituições e organizações de todos os setores na parte da manhã, e debates virtuais de âmbito nacional, na parte da tarde, com a participação de cientistas, personalidades, gestores públicos e artistas.

Além dos debates online, as entidades promoverão um tuitaço no dia das 12h às 13h com a hashtag #MarchaPelaVida.

Às 16h será realizado um ato político com a apresentação dos pontos essenciais defendidos na Declaração “Marcha Pela Vida”, endereçada a parlamentares.

A manifestação se encerra com apresentações culturais online transmitidas das 18h às 19h.

Os participantes da Marcha Virtual pela Vida também poderão mostrar na internet onde estão se manifestando em tempo real, através do aplicativo Manif.app, ferramenta criada na França e que já vem sendo utilizada no País para manifestações em tempos de coronavírus. Muito simples de navegar, o aplicativo permitirá que as pessoas mostrem seu apoio à manifestação por meio de um avatar, obedecendo as recomendações da OMS de distanciamento social para evitar a disseminação da covid-19.

CONFIRA AQUI A PROGRAMAÇÃO GERAL DA MARCHA VIRTUAL PELA VIDA

Fonte: Jornal da Ciência

Compartilhar