Brasil será o último lugar do Pisa na América Latina, diz Weintraub

Ministro afirmou que país tem “resultado ruim” em função das “abordagens esquerdistas” das gestões anteriores

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou que o Brasil deverá ficar em último lugar na América Latina no Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), um exame feito com base amostral entre estudantes de 15 anos. Coordenada pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a avaliação terá seu resultado divulgado em dezembro.

O ministro comentou o desempenho de estudantes brasileiros, afirmou que o País teve um “resultado ruim” e atribuiu o resultado a gestões anteriores do governo e do que ele classificou com “abordagens esquerdistas.”

Questionado se estava adiantando os dados, Weintraub foi vago. “Tem uma grande probabilidade de a gente está figurando lá no fundo, das últimas posições”, disse. E depois completou: “estou supondo com base em números robustos.”

Durante evento no Palácio do Planalto, o ministro afirmou que a meta é conseguir colocar o Brasil em primeiro lugar na América Latina nesse ranking. Mas conta para isso com um eventual segundo mandato do presidente Jair Bolsonaro. “Não sou em quem vai fazer. Um monte de profissionais, que não tinham espaço antes, estão substituindo os ‘experts'”, completou.

Leia na íntegra: Estadão

Compartilhar