UFSC retoma aulas pela internet após cinco meses de suspensão

As aulas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) voltaram nesta segunda-feira (31) após a suspensão por causa da pandemia do coronavírus desde a metade de março. Com as atividades presenciais suspensas até o fim do ano, a universidade retomou o ensino com aulas totalmente remotas, pela internet, e precisou adaptar os planos de ensino e treinar os professores para o novo modelo.

O primeiro dia começou conturbado, com um ataque de hackers que afetou o sistema Moodle, utilizado para as aulas online. No entanto, a situação foi normalizada por volta das 9h e não afetou o reinício das aulas.

A questão ainda em aberto na UFSC é a entrega dos computadores para os alunos que precisam de equipamentos para poder ter a aula em casa. Dentro do projeto de inclusão digital que a universidade abriu para o retorno na pandemia, mais de 1300 alunos se cadastraram para o empréstimo de computadores ou o pagamento de um auxílio de R$ 100 para custeio da internet.

Segundo o chefe de gabinete da reitoria da UFSC, Áureo Moraes, sete dos 15 centros da universidade já estão atendendo 100% dos alunos. Outros ainda não conseguiram entregar todas as máquinas necessárias, ou dependem dos processos de compra e aluguel ainda em andamento. Por enquanto, todos os computadores emprestados pela UFSC são da própria instituição.

– O que estamos enfrentando agora, e era previsível, é dar conta de concluir a parte de entrega para todos os estudantes. Em algumas unidades isso já começou na semana retrasada, porque a gente já vem movimentando isso desde meados de julho. O problema que a gente enfrenta agora é com fornecedores, porque todo mundo está comprando máquinas. Mas imaginamos que até o final da semana vamos ter uma avaliação mais precisa – explicou Moraes.

Adaptação dos estudantes

A UFSC forneceu treinamentos para os professores que precisavam de auxílio no uso das ferramentas online, e as aulas teóricas que não teriam como ser feitas pela internet foram adiadas para os próximos semestres. Com isso, os planos de ensino foram adaptados e repassados aos alunos no reinício nesta segunda-feira.

Para a estudante do curso de Design de Produto, Rafaela Orsi, ainda restam algumas dúvidas sobre o funcionamento das aulas e avaliações:

– A gente ainda não sabe como vai ser a dinâmica de todas as aulas. Acho que vai ser um pouco trabalhoso pelo fato da gente ter que fazer mais atividades para ter essas avaliações, e não tanto conteúdo. Mas tem o fato dos professores passarem mais livros e materiais para a gente ler. No caso do design é um curso mais interativo, vamos ter trabalhos em grupo, então vamos ter que nos organizar mais com os outros alunos.

A estudante de 23 anos avalia que o primeiro dia de aula foi positivo, mas vai exigir dos alunos uma nova adaptação em relação ao contato com os professores:

– Nunca vai ser o mesmo contato com o professor, é difícil. Quando está na aula presencial é mais espontâneo. Mas o professor destacou que sempre vai estar aberto a responder as dúvidas durante a aula, no chat ou nos fóruns.

Fonte: NSC Total

Compartilhar