Falta de recursos nas universidades federais ameaça também futuro de pesquisas do agro

Cortes no orçamento têm afetado infraestrutura e já fazem com que instituições como UFLA e UFRPE admitam risco de fechar as portas até o final do ano, como destaca a Revista Globo Rural

Descaso com laboratórios, falta de manutenção em equipamentos e desvalorização da ciência colocam em risco o futuro do agronegócio brasileiro.

Este é o alerta que algumas universidades federais relevantes nas ciências agrárias fazem a partir dos consecutivos cortes nos orçamentos para a educação.

A Lei Orçamentária Anual referente a 2021 — sancionada em 22 de abril pelo presidente Jair Bolsonaro — teve média de corte de 18,16% nos cofres das universidades, o que equivale a uma redução nominal de mais de R$ 1 bilhão — 69 instituições foram atingidas.

Com isso, as pesquisas agropecuárias, que já vinham sofrendo redução de investimento federal, estão definitivamente ameaçadas.

Leia na íntegra: Globo Rural

Compartilhar