Dieese alerta: Mudanças na PEC 32 ignoram demandas dos trabalhadores

Após a derrota da MP 1045 no Senado, o movimento sindical defronta-se com um novo desafio urgente, aponta o Brasil 247

Após a derrota da MP 1045 no Senado o movimento sindical defronta-se com um novo desafio urgente. A luta contra a Proposta de Emenda Constitucional 32, que traduz a reforma administrativa do governo Bolsonaro e está em tramitação na Câmara Federal.

O propósito da iniciativa governamental é avançar na privatização do setor e dos serviços públicos, o que inclui destruir direitos conquistados pelos trabalhadores e trabalhadoras do setor, a começar pela estabilidade.

O parecer do deputado Arthur Oliveira Maia (DEM/BA), relator da PEC na Comissão Especial que trata do tema na Câmara dos Deputados, fez uma série de alterações no texto original da propositura, mas não alterou sua essência neoliberal.

Leia na íntegra: Brasil 247

Compartilhar