Veleiro da UFSC volta aos mares e busca apoio para implantar soluções ambientais em SC

Projeto percorre os mares de todo o Brasil coletando amostras para analisar o nível da poluição e propor soluções, destaca a NSC

Com atividades paradas desde o início da pandemia, o Veleiro Eco UFSC retomou as expedições em Santa Catarina que avaliam o nível de poluição dos oceanos. O projeto, que percorre os mares de todo o Brasil, começará uma ação de recuperação ambiental da Baía de Paranaguá, entre Paraná e São Paulo, e busca apoio para implantar soluções em SC.​

O veleiro já fez expedições por locais como a Ilha do Arvoredo, Ilha do Campeche e Ilha de Ratones, em Florianópolis. Os pesquisadores coletam microplásticos depositados no mar e amostras do fundo do oceano para avaliar como está a biodiversidade da região.

A partir dessa análise do nível da poluição, o objetivo é propor soluções para recuperaração ambiental, como explica o professor coordenador do projeto, Orestes Alarcon. 

— Não adianta nada você fazer diagnósticos e não propor soluções. Uma das soluções que estamos tendo uma aceitação muito boa é a biorremediação com algas. É limpar o mar com cultivo de algas — diz o professor.

Leia na íntegra: NSC

Compartilhar