PSB, com 30 deputados, fecha questão contra Reforma Administrativa

A decisão é mandatória, ou seja, todos os deputados devem seguir o partido, informa o Congresso em Foco

O líder do PSB na Câmara dos Deputados, Danilo Cabral (PE), anunciou que o partido fechou questão e se posicionará contra o texto da PEC 32/2020, da reforma administrativa, na Câmara dos Deputados.

Em um vídeo nas redes sociais do partido, Cabral justificou a decisão do grupo. “No momento em que a gente mais precisa de um serviço público fortalecido e da valorização dos servidores públicos, a proposta apresentada está aprofundando o desmonte do Estado brasileiro”, disse. A contratação de servidores fora do concurso público foi apresentado como uma das razões para a posição contrária.

A decisão é mandatória. “Todos os parlamentares do PSB estão obrigados, por determinação do diretório nacional e por deliberação unânime da bancada, a votar contra a PEC 32”, vaticinou o líder de bancada. Com 30 deputados, a bancada do PSB é a nona maior bancada da Casa, mas costuma apresentar dissidências durante votações.

Leia na íntegra: Congresso em Foco

Compartilhar