25 universidades federais não têm previsão para retorno de aula presencial

Unifesp é uma das universidades que não têm previsão para retorno presencial total das atividades, afirma o UOL

Ao menos 25 universidades federais não têm previsão para liberar o retorno de todas as aulas no esquema presencial. A maioria das instituições, no momento, mantém apenas atividades práticas, principalmente dos cursos de Saúde, no presencial.

O UOL entrou em contato com as 69 universidades federais do país. Dez pretendem restabelecer todo o funcionamento presencial a partir de 2022. Quatro informaram que até liberaram as aulas presenciais, mas o sistema ainda não foi retomado totalmente.

Vinte e cinco não responderam os questionamentos enviados pela reportagem até o fechamento deste texto. Entre as que não têm previsão de receber os alunos para as aulas presenciais —além das atividades práticas— estão Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), UFBA (Universidade Federal da Bahia) e UFSCar (Universidade Federal de São Carlos, no interior de São Paulo).

Leia na íntegra: UOL

Compartilhar