“Muito chateado”, Pontes diz que Bolsonaro prometeu “ajudar” a recompor verbas para ciência

Cortes no Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações foram feitos a pedido do governo, relembra o Valor Econômico

Dias após o Congresso aprovar o remanejamento de mais de R$ 600 milhões de sua pasta para outros setores, o ministro da Ciência, Tecnologia e InovaçõesMarcos Pontes, afirmou nesta quarta-feira, em sessão da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, que foi “pego de surpresa” pela decisão e ficou “muito chateado” com o corte de recursos.

De acordo com ele, em conversas com o presidente Jair Bolsonaro e com a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, foi feita a promessa de que as verbas seriam repostas pelo governo federal.

“Realmente, como eu já coloquei, publicamente até, eu fui foi pego de surpresa. Ontem, conversei com o presidente sobre isso, ele também foi pego de surpresa. Pedi ajuda para a recuperação desses recursos, ele prometeu que vai ajudar”, disse Pontes aos deputados. “Eu fiquei muito chateado. Já conversei sobre isso para que seja reposto, conversei com a ministra Flávia, e eles prometeram que isso vai ser reinstituído”, acrescentou.

Leia na íntegra: Valor Econômico

Compartilhar