Bolsonaro ataca Enem e nega ter visto perguntas

Presidente declarou que a prova nunca serviu para medir o conhecimento dos estudantes, informa Folha

Após dizer que o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) finalmente começou a adquirir as feições de seu governo conservador, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou nesta quarta-feira (18) que a prova nunca serviu para medir o conhecimento dos estudantes.

“Olha o padrão do Enem no Brasil. Pelo amor de Deus. Aquilo mede algum conhecimento? Ou é ativismo político e na questão comportamental?”, declarou Bolsonaro durante visita ao Qatar, parte de seu giro pelo Oriente Médio.

Apesar disso, o presidente assegurou que não viu a prova deste ano com antecedência. “Não vi, não vejo, não tenho conhecimento”, declarou.

A realização do Enem, cujo início está marcado para o próximo domingo (21), foi abalada nos últimos dias pela renúncia de diversos servidores dos cargos de chefia que mantinham no Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), organizador da prova.

Como razão para isso, citaram falta de capacidade gerencial da direção do órgão, e fragilidade técnica e administrativa. Para o governo, o motivo real foi uma disputa por valores de gratificação, o que os servidores negam.

Leia na íntegra: Folha de S. Paulo

Compartilhar