Técnicos-Administrativos em Educação da UFSC deflagram greve a partir de 4 abril

O principal ponto de reivindicação dos trabalhadores é a reposição salarial de 19,99% para todo o funcionalismo público

Reunidos em Assembleia na tarde de quarta-feira, dia 30, os Técnicos-Administrativos em Educação (TAEs) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) decidiram deflagrar greve a partir da próxima segunda-feira, dia 4. O principal ponto de reivindicação dos trabalhadores é a reposição salarial de 19,99% para todo o funcionalismo público.

Além disso, os TAEs também reivindicam a revogação da Emenda Constitucional 95 (teto de gastos), o arquivamento da PEC 32 (Reforma Administrativa), melhoria das condições de trabalho, manutenção do valor do Restaurante Universitário para os servidores, direito dos TAEs de exercerem mandatos de Reitoria, 30 horas para todos, sem revisão de salário, e a manutenção do trabalho remoto/híbrido para pessoas do grupo de risco.

Também pedem data-base para os trabalhadores, discussão ampla de uma política de teletrabalho, se posicionam contra o ponto eletrônico, entre outras questões.

O Comando de Greve aprovado em Assembleia definirá as atividades de mobilização das próximas semanas, assim como a inclusão de demais reivindicações da categoria.

Fonte: Sintufsc

Compartilhar