MEC não pode esperar ter escola perfeita para enviar kit robótica, diz ministro

Na Câmara, Godoy Veiga afirma que material é ‘oportunidade de estudo’ e negou ter participado de agendas com pastores, destaca a Folha

O ministro da Educação, Victor Godoy Veiga, justificou nesta quarta-feira (11) o envio de kits de robótica para escolas com problemas de infraestrutura básica e afirmou que não pode esperar resolver falhas de saneamento e água para encaminhar materiais pedagógicos a essas localidades.

O ministro compareceu a uma reunião conjunta das comissões de Educação, Fiscalização Financeira e Controle e Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados.

Como mostrou reportagem da Folha, o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) destinou R$ 26 milhões de recursos do MEC para a compra de kits de robótica para escolas de pequenas cidades de Alagoas que sofrem com a falta de salas de aula, de computadores, de internet e até de água encanada.

Nesta quarta, Godoy Veiga disse que os kits “não dependem de conectividade para cumprirem seu papel.”

Leia na íntegra: Folha de S.Paulo

Compartilhar