70% dos professores acham benéfico incluir criança com deficiência em classe regular

Pesquisa Datafolha ouviu cerca de mil professores da rede pública de todas as regiões do país, destaca a Folha

Pesquisa Datafolha, realizada a pedido da Fundação Lemann com colaboração do Instituto Rodrigo Mendes, mostra que 70% dos quase mil professores entrevistados acreditam que a escolarização de crianças com deficiência feita em conjunto com alunos de classes regulares proporciona benefícios educacionais a todos.

O levantamento foi realizado entre os dias 9 de novembro e 1º de dezembro do ano passado, por meio de entrevistas por telefone, e ouviu 967 docentes de ensino fundamental e ensino médio de redes públicas de todas as regiões do país.

De acordo com a pesquisa, 95% dos entrevistados disseram que conhecem os direitos dos estudantes com deficiência de ter acesso a escolas comuns e compartilhar seus espaços com os demais.

A análise afirma que, embora os números apresentados apontem positivamente para a relação dos professores com a educação de alunos com deficiência, 40% dos docentes disseram nunca ter feito formação sobre inclusão. Do total de educadores, 33% têm formação na perspectiva inclusiva, 7% em um tipo específico de deficiência e 19% em ambos.

Leia na íntegra: Folha de S.Paulo

Compartilhar