Comissão do MEC dá parecer favorável à implementação do curso de Medicina no campus da UFSC em Curitibanos

Esse é o primeiro passo para a instalação do curso na unidade. Somente após a publicação de portaria pelo MEC, serão abertas as vagas em vestibular e Sisu

O campus da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em Curitibanos recebeu parecer favorável da Comissão de Acompanhamento e Monitoramento de Escolas Médicas (Camem), do Ministério da Educação, para implementação do curso de Medicina na unidade. Por duas vezes, essa autorização havia sido negada. Agora, depois de nova avaliação realizada pela comissão no fim do mês de abril, a implementação foi liberada.

Esse é o primeiro passo para a instalação do curso na unidade, conforme explica o diretor do campus da UFSC em Curitibanos, Juliano Wendt. “No último sábado, dia 14, a comissão enviou o documento em que faz a recomendação para início das atividades, com 40 vagas. Essa foi só uma etapa, agora temos outras, como a homologação do relatório do Camem. Depois, esse documento vai para a Secretaria de Regulação do MEC, e só depois da portaria publicada pode ser liberado o vestibular”, explica.

A solicitação da UFSC era por 60 vagas anuais, mas a Camem optou por 20 a menos. O diretor concordou com a decisão: “Isso mostra já que há essa preocupação com o próprio curso, e particularmente eu entendo que foi muito bem fundamentada essa decisão”.

Wendt acredita que a abertura das vagas deve ocorrer somente em 2023, “até por uma questão de segurança em relação à contratação de docentes, a entrega do prédio CBS02. Então ainda estamos avaliando”.

Quase 10 anos de espera

Desde 2013 a cidade aguarda essa autorização. Segundo informações da prefeitura de Curitibanos, naquele ano o projeto foi iniciado e ações conjuntas, envolvendo diferentes esferas políticas, foram tomadas para dar celeridade ao andamento da solicitação. A primeira visita da Camem aconteceu em 2019, quando os integrantes da comissão sinalizaram alguns pontos que deveriam ser tratados antes de dar continuidade ao projeto.

Em 2020 e 2021, devido à pandemia, as visitas técnicas presenciais da comissão deixaram de ser realizadas. Esse trabalho foi retomado em 2022 e, no fim do mês de abril, o campus Curitibanos recebeu nova visita do Camem.

Com o parecer favorável à instalação do novo curso, a UFSC agora precisa realizar as mudanças e adequações necessárias para conseguir, na sequência, a portaria de autorização para início das atividades da Medicina no Campus Curitibanos, informa o jornal A Semana.

A notícia foi celebrada por autoridades políticas catarinenses. O prefeito de Curitibanos, Kleberson Lima (MDB), publicou no Instagram: “Hoje recebemos através da UFSC a melhor notícia do ano. A Camem sinalizou a liberação do curso de Medicina no Campus de Curitibanos”. Ele completou: “Uma notícia que transformará nossa cidade, trazendo mais desenvolvimento, mais prosperidade e consolidando nossa Curitibanos como um grande polo educacional”.

Na segunda-feira, dia 16, o deputado federal Pedro Uczai (PT-SC) escreveu em seu Twitter: “Acabo de receber a informação de que a UFSC, Campus Curitibanos, recebeu a autorização para implantar o Curso de Medicina. Serão 40 vagas anuais. Hoje se torna realidade uma luta que estou envolvido há anos. O sonho virou realidade!”

A Camem está presente no Brasil inteiro, e com seus 44 docentes em educação em saúde, a Comissão é responsável por acompanhamento e monitoramento os cursos de medicina das Instituições de Ensino Superior no âmbito da expansão de escolas médicas, desenvolver indicadores, orientar a instituição em como ofertar cursos com qualidade satisfatória, além de contribuir no processo de autorização de novos cursos ou disponibilização de novas vagas conforme as medidas regulatórias da política de educação superior.

Imprensa Apufsc

Compartilhar