Reajuste dos servidores: aumento linear de 5% pode não sair. Entenda as idas e vindas

Governo já pensou em subir apenas salários de parte do funcionalismo e agora estuda elevar vale-alimentação, destaca o Globo

Em mais uma reviravolta sobre o reajuste do funcionalismo público, o presidente Jair Bolsonaro avalia não dar mais um aumento linear de 5% para os servidores federais, segundo integrantes do governo. Como alternativa, o presidente pediu a técnicos do Executivo para prepararem um aumento superior a R$ 600 no vale-alimentação de todos os servidores do governo federal.

Confira a linha do tempo sobre o assunto:

  • 16/11/ 2021 – Promessa: Em viagem a Doha, no Catar, Bolsonaro afirma que a aprovação da PEC dos Precatórios, que abriria espaço no Orçamento de 2022, permitiria ao governo dar um reajuste salarial a todos o servidores públicos federais. Na ocasião, ele não explicou de quanto seria o aumento.
  • 21/12/2021 – Reajuste restrito: Sem espaço para um aumento amplo, Bolsonaro atua para que o Congresso aprove o Orçamento de 2022 com R$ 1,7 bilhão destinado a um reajuste salarial restrito a servidores da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Depen e Ministério da Justiça.

Leia na íntegra: O Globo

Compartilhar