Mensalidade da Apufsc virá no contracheque de abril, mas situação ainda é incerta para os próximos meses

Filiados devem continuar autorizando débito nos bancos, que só será utilizado quando desconto em folha não for feito

A mensalidade da Apufsc foi descontada no contracheque de abril, e por isso não foi necessário utilizar, neste mês, o débito em conta autorizado já por uma parcela dos filiados. No entanto, como a questão segue sob judice, a situação é incerta para os próximos meses, o que demanda que os professores continuem autorizando a forma alternativa de arrecadação, para que o sindicato não seja paralisado por uma eventual interrupção do desconto em folha. Até o fechamento desta notícia, 1040 dos 2917 filiados já haviam convalidado a filiação e autorizado a forma alternativa de pagamento.

Apesar do Serpro ter incluido a mensalidade da Apufsc nos contracheques de abril, por força da decisão judicial que a Apufsc obteve em segunda instância contra a Medida Provisória do governo que tentou impedir essa forma de arrecadação, o valor descontado dos aposentados este mês foi calculado errado, a menor, pois considerou apenas o salário base e não a remuneração total, que inclui a Retribuição por Titulação. O erro provocará um prejuízo de mais de 49 mil reais na arrecadação da Apufsc-Sindical relativa a abril. A Diretoria aguarda um esclarecimento do Serpro sobre o incidente para avaliar o encaminhamento da questão.

A mensalidade da Apufsc garante o funcionamento das várias sedes do sindicato em Florianópolis e no interior, o pagamento de seus funcionários, o encaminhamento das lutas e toda a prestação de serviços aos filiados mantida pelo sindicato. 

 

Compartilhar