Alunos e professores de cursinho criticam vestibular da UFSC sem prova presencial

Estudantes do terceiro ano de 2020 poderão ingressar na universidade apenas pela prova do Enem

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) confirmou na semana passada que não será realizado um vestibular presencial no primeiro semestre de 2021, apenas no segundo, para vagas remanescentes. Por conta da pandemia, o processo seletivo será feito de três maneiras diferentes. Alunos e professores do terceiro ano do ensino médio criticaram a decisão da universidade.

Segundo a UFSC, serão ofertadas 30% do total de vagas pelo SiSU, como em todos os anos. Dos 70% restantes, metade das vagas semestrais e a totalidade das vagas anuais serão oferecidas no primeiro semestre do ano que vem desta forma: 70% usando médias do Enem (de 2017 a 2020) e 30% pelos resultados dos vestibulares da UFSC (de 2018 a 2020). 

Com essa decisão, os estudantes que estão no terceiro ano terão a chance de ingressar na universidade apenas pela prova do Enem, que está prevista para ser realizada nos dias 17 e 24 de janeiro. Por esse motivo, muitos alunos acreditam que estão em desvantagem.

Leia na íntegra: NSC

Compartilhar