Reitores de instituições de Ensino Superior do Ceará assinam nota em defesa da vida

No documento, gestores de cinco instituições do estado repudiam as recentes ameaças de morte ao governador; apenas o reitor da UFC, não eleito pela comunidade acadêmica, não assinou

Os reitores da Universidade Estadual do Ceará (UECE), Hidelbrando dos Santos Soares; da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Fabianno Cavalcante de Carvalho; da Universidade Regional do Cariri (URCA), Francisco do O’ de Lima Júnior; do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), José Wally Mendonça Menezes; e da Universidade Federal do Cariri (UFCA), Ricardo Luiz Lange Ness, assinaram no dia 3 de abril, uma nota conjunta em defesa da vida e da ciência.

O reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Cândido Albuquerque, foi o único a não assinar o documento. Albuquerque foi nomeado por Bolsonaro para assumir o cargo em agosto de 2019, mesmo sendo o candidato menos votado na consulta com a comunidade universitária.

Em nota, os gestores das cinco Instituições de Ensino Superior (IES) repudiam as recentes ameaças de morte ao Governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, em virtude da manutenção de medidas sanitárias, para salvar vidas, no combate à Covid-19.

“Em um momento marcado pela mais grave crise sanitária dos últimos tempos, solidarizamo-nos com o governador e reafirmamos nosso apoio às medidas de enfrentamento ao coronavírus baseadas na ciência, ao diálogo amplo e aberto com os diversos setores da sociedade e às ações de assistência social e de apoio financeiro direcionadas, principalmente, às populações mais vulneráveis. Solidarizamo-nos, também, com as famílias que enfrentam perdas e que se encontram em dificuldade nesse momento tão delicado”.

Reconhecendo a importância do combate à pandemia, os reitores colocam à disposição do estado, a estrutura física e de equipamentos das IES, bem como a expertise científica e intelectual das instituições.

Leia nota na íntegra

Fonte:  Notícias UECE

Compartilhar