Ministério da Educação prorroga inscrições para processo seletivo do Sisu

Candidatos terão agora até a próxima quarta-feira, 14, para realizar processo; divulgação do resultado também teve data alterada, aponta Estadão

O Ministério da Educação informou nesta sexta-feira, 9, que prorrogou as inscrições para o processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do primeiro semestre de 2021. Os estudantes agora terão até as 23h59 da próxima quarta-feira, 14, para realizar o processo. Inicialmente, o prazo final estava previsto para esta sexta. 

A inscrição, gratuita, é feita no site do Sisu. Para participar, será exigido do candidato que tenha feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edição de 2020, cujo resultado foi divulgado no último dia 29, obtido nota superior a zero na prova de redação, e não tenha participado do Enem na condição de treineiro. 

As mais de 209 mil vagas ofertadas, a maioria delas em universidades e institutos federais, estão disponíveis para consulta desde o dia 5 de março, na página do Sisu, na aba “vagas”. 

A data de divulgação do resultado foi alterada para 16 de abril. O novo prazo para a matrícula do registro acadêmico dos selecionados será de 19 a 23 de abril. As chamadas da lista de espera acontecerão entre 16 e 23 de abril. De acordo com o Ministério da Educação, o primeiro processo seletivo de 2021 ultrapassou a marca de 2 milhões de inscrições. Cada candidato pode fazer inscrição em até dois cursos.

MEC calculará nota de corte do Sisu pelo modelo vigente até 2019

Conforme Agência Brasil, o MEC anunciou no domingo (11) que voltará a calcular as notas de corte do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) como fazia antes de 2020. Com essa decisão, a nota do candidato parcialmente classificado no curso de sua primeira opção de inscrição não será mais computada para efeito do cálculo da nota de corte do curso de sua segunda opção.

As notas de corte, considerado o modelo de cálculo antigo, serão divulgadas na madrugada de terça-feira (13) e na de quarta-feira (14). Na hora da inscrição, os candidatos podem escolher até duas opções de curso. Uma vez por dia, é calculada a nota de corte com base nas inscrições feitas até aquele momento e o candidato é informado da sua classificação parcial. Até o final do período de inscrição, os candidatos podem mudar as opções de curso.

Leia na íntegra: Estadão / Agência Brasil

Compartilhar